Batida perfeita08/01/2015 | 06h02

"Whiplash" estreia nos cinemas mostrando embate entre jovem baterista de jazz e seu professor carrasco

Presente em importantes listas de melhores filmes de 2014, filme americano colocou J.K. Simmons na disputa do Globo de Ouro de ator coadjuvante

"Whiplash" estreia nos cinemas mostrando embate entre jovem baterista de jazz e seu professor carrasco sony pictures/Divulgação
Miles Teller e J.K. Simmons Foto: sony pictures / Divulgação

Discípulo obstinado e mestre tirânico formam uma dupla recorrente no cinema em razão de seu elevado potencial dramatúrgico. Mas são poucas as vezes em que essa parceria resulta em um filme tão afinado e emocionalmente intenso como Whiplash, em cartaz a partir desta quinta-feira no Brasil após encerrar 2014 listado por publicações e críticos referenciais dos Estados Unidos entre os melhores do ano.

Neste segundo longa-metragem que dirige, Damien Chazelle, 29 anos, carrega nos ingredientes que tensionam a relação de aluno e professor de um renomado conservatório musical de Nova York, ambos com suas vidas pautadas pela devoção ao jazz. Andrew Neiman (vivido por Miles Teller) é um jovem baterista que ambiciona entrar para a big band da escola, vitrine para uma promissora carreira profissional. A formação tem como regente Terence Fletcher (J.K. Simmons), tipo colérico que impõe a seus virtuoses rigorosos exercícios musicais, físicos e psicológicos.

Neiman consegue sua chance quando Fletcher identifica nele um talento a ser lapidado a gritos, humilhações e bofetadas. O maestro carrasco defende: somente se forçado a ir além de seus limites o músico excepcional como tantos sobe no estreito degrau da genialidade ocupado por poucos. O apêndice que o título original do filme ganhou no Brasil, Em Busca da Perfeição, reforça esse mantra.

Talvez possa parecer um tanto exagerada a persona do professor ser moldada naquele típico sargentão que submete recrutas a excruciantes provações. No competitivo ambiente musical de Whiplash, porém, o recurso entra em harmonia com a proposta do diretor de sublinhar os aspectos nobres e sombrios que envolvem a busca pelo sublime na criação artística. E ressalta também elementos das personalidades de seus protagonistas para além da esfera musical. E o interessante é que não vemos na encenação enxuta, calcada no grande desempenho dos atores, prospecções psicológicas e edificantes mensagens de superação comuns nos filmes desse modelo que patinam no melodrama raso. Whiplash é um filme emocionalmente cru e duro 

Entre suor, lágrimas e sangue, Neiman renuncia à vida social e afetiva para provar que pertence à estirpe de diferenciados. Em sua perseverante jornada para superar um histórico de fracassos familiares, ele adiciona a seu talento com as baquetas arrogância, frieza e deslealdade para se livrar de concorrentes à vaga. Seu embate com Fletcher, que de certa forma é seu duplo motivacional, transcorre sobre partituras de standard jazzísticos como a faixa que dá nome ao filme, Whiplash, de Hank Levy (1927 — 2001), e Caravan, composição de Juan Tizol (1900 — 1984) imortalizada por Duke Ellington (1899 — 1974). Também são destacados na trama mestres como Charlie Parker (1920 – 1955) e Buddy Rich (1917 – 1987), baterista que é idolatrado por Neiman. A destacar que Miles Teller toca bateria de verdade e encarou muitas sessões de ensaio para dar maior veracidade a sua impressionante performance nos tambores.

Whiplash estende o argumento do premiado curta homônimo que Chazelle, ele próprio ex-estudante de música, apresentou em 2013, também com Simmons no papel do professor – algumas sequências se repetem em ambos os filmes. O longa ganhou os troféus do júri e do público no Festival de Sundance e colocou Simmons na disputa do Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante, no próximo domingo. Assim como em seu primeiro longa, Guy and Madeline on a Park Bench (2009), o jazz estará outra vez presente no próximo projeto de Chazelle, La, La, Land, sobre um pianista que se apaixonado por jovem atriz.

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO PRA GENTE ;)

 
clicRBS
Nova busca - outros