02/12/2013 | 18h09

Saiba o que fazer (ou não) no dia do vestibular

O que comer, como dormir melhor, como descansar o cérebro e até quando estudar são algumas das dicas dadas por especialistas

Saiba o que fazer (ou não) no dia do vestibular Robert Kneschke/
Foto: Robert Kneschke

É proibido estudar nas 12h antes da prova
Adoraríamos dar uma dica mágica por aqui, mas a verdade é que a fórmula para aprender de última hora não existe. Paulo Espíndola, professor de biologia e tutor das turmas de medicina do Universitário, diz que técnicas de memorização de última hora não funcionam para os exames da UFRGS. O exame inclusive inclui questões que, se forem resolvidas por técnicas de memorização, induzem o aluno ao erro.
Paulo ainda frisa: está proibido para os candidatos estudar nas 12h que antecedem as provas. A essa altura, cada aluno tem conhecimento proporcional a quanto se dedicou ao longo do ano, e algumas horas não vão mudar essa situação. A ansiedade gerada
nesses estudos de última hora só atrapalha na hora da prova. Prefira descansar emocionalmente e confiar no seu taco!

Deu fome? O que comer?
A nutricionista Gabriela Penter recomenda fazer um café da manhã completo e leve. Entre as dicas da especialista estão iogurte com cereais e fruta, sanduíche de pão integral, queijo branco e blanquet de peru ou vitamina de fruta. Alimentos como bolachas, salgados de padaria e leite integral possuem uma digestão mais lenta, o que pode atrapalhar a concentração na hora da prova. Álcool nem pensar! E até o chocolate pode ajudar, sabia? Por ser um alimento que desperta a atenção, é uma boa pedida
para levar para a prova. Mas atenção: não é qualquer chocolate! O recomendado é um doce com 70% ou mais de cacau e com baixa quantidade de gordura. Os outros podem até piorar a concentração. Além disso, tome bastante água!

Bom sono, boa prova
Como fazer para que a ansiedade não vença o sono na véspera do vestibular? O doutor Renato Heller, especialista no assunto, diz que pessoas que fazem exercícios físicos dormem muito melhor. Entre nessa, mas sempre respeitando os seus limites e a
sua intimidade com o esporte e nunca perto da hora de dormir. Evite ver televisão e usar o computador nas horas que antecedem o sono, pois são atividades que agitam muito o cérebro. Ao invés disso, leia algo prazeroso para ir relaxando o cérebro para o sono. Evite café e outras bebidas estimulantes, principalmente à noite. Quando o sono chegar, diminua a luz ao máximo possível e peça silêncio em casa. A luminosidade e o barulho também influenciam na hora de dormir. Se tiver insônia, saia do quarto e se
distraia com alguma atividade que não agite o cérebro. Uma boa alimentação também é fundamental para um bom sono.

Respire fundo
Se engana quem pensa que só exercício físico faz a gente cansar. O cérebro, que representa apenas 2,5% do peso médio de um adulto, consome 20% da energia produzida pelo corpo humano. E imagine então respondendo a um monte de questões difíceis em poucas horas?
Quanto mais o cérebro estiver cansado, mais vai ser difícil para raciocinar. Paulo Espíndola diz que, segundo a neuroeducação, ninguém consegue manter o foco e se concentrar em determinado assunto por mais de 1h30. Por isso, o ideal é que o vestibulando faça uma pausa de cinco minutos a cada hora. Vale ir ao banheiro, passar uma água no rosto, se espreguiçar e até olhar para as paredes. A única regra é desligar-se da prova!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO PRA GENTE ;)

 
clicRBS
Nova busca - outros