Na capital06/03/2015 | 05h35

Saiba mais sobre os youtubers Christian Figueiredo e Rafael Moreira, sucesso entre os adolescentes

Fenômenos na internet, dupla de amigos lançou livros nesta semana, em Porto Alegre

Saiba mais sobre os youtubers Christian Figueiredo e Rafael Moreira, sucesso entre os adolescentes Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Não são cantores, nem atores, nem apresentadores de televisão. Também não são modelos, nem jogadores de futebol e não se parecem em nada com lutadores de UFC. Christian Figueiredo, 20, e Rafael Moreira, 18, são “apenas dois youtubers”, nas palavras de um rapaz que passava em frente à livraria Saraiva do Barra Shopping Sul, em Porto Alegre, na última segunda-feira. O desdém dos que olhavam com estranhamento para a multidão de adolescentes, que berrava dentro e fora do shopping, não importava para os dois garotos. Eles tinham pela frente pelo menos 400 livros para autografar.


Youtuber é a nome de quem tem um canal na maior plataforma de compartilhamento de vídeos da rede, o YouTube. Me Apaixonei, canal de Rafael, tem 255 mil inscritos. Eu Fico Loko, de Christian, mais de 1,7 milhão. O vlog dele tem quase 800 mil de espectadores cativos. Os vídeos publicados pelos dois somam, em média, 500 mil visualizações. Os mais acessados ultrapassam 1 milhão de plays. O que explica a briga por uma das pulseiras amarelas distribuídas para a tarde de autógrafos.

Dez coisas que o YouTube te ensina a fazer
Dez vídeos gaúchos para assistir no YouTube
Dez artistas que surgiram no YouTube
Veja dez vídeos polêmicos do YouTube

Para Ana Rafaela, 15, estudante do terceirão do Júlio de Castilhos, valia a pena a espera. Ela era a última das 1,5 mil pessoas da fila de mais de cem metros que saía de dentro da livraria, passava por um corredor e ocupava a calçada inteira de um dos setores do estacionamento, do lado de fora do shopping. Quando Ana chegou, já haviam sido distribuídas as 400 senhas.

– Ele (Christian) me ajudou muito a entender tudo o que eu precisava na minha adolescência, que eu ainda tô vivendo – afirmou.


Na outra ponta da fila, as amigas Ana Júlia Ribeiro, 12, Larissa Silveira, 13, e as gêmeas Letícia e Bruna Grutka, 13, colegas de 8º ano no Colégio Concórdia, saíram cedo de Canoas para ver os ídolos. Às 8h30, as quatro já estavam na porta do shopping, duas horas antes da abertura da loja e 11 horas antes da chegada de Christian e Rafael. Os assuntos que os dois escolhem para os vídeos são o motivo de tantos fãs, afirmaram as quatro, que fingiram não ouvir quando perguntadas se não deveriam estar na aula.

– Eu amo ele, ele me ajuda muito, acho que todo mundo aqui vai te dar a mesma resposta – disse Ana Júlia, a primeira da fila.


Relacionamentos, escola, viagens, cultura, esporte, polêmicas surgidas na internet e brincadeiras sem noção como uma competição para comer um pote de sorvete sem colher (veja no vídeo abaixo). A temática dos vídeos é escolhida de forma aleatória, como tudo na cabeça de um adolescente, e às vezes os vídeos são simplesmente sobre o dia a dia. A forma de contar, sem censura, aumenta ainda mais a identificação com um público que, naturalmente, busca ajuda para resolver seus problemas.

Saiu! Assista ao novo trailer de Vingadores: A era de Ultron
Taylor Swift realiza sonho de fã com câncer terminal
Vídeo: 5 virais que polemizaram na internet
18 provas de que a torcida mista foi a melhor ideia dos últimos tempos

A carta que Marina Rodrigues, 13, entregaria para a dupla era maior que menina. A mãe dela, que havia a trazido de Alvorada com um grupo de amigos, bufou antes de soltar um sorriso e dizer que não aguentava mais aquela história. Outras mães conversavam tentando entender o porquê da paixão por aqueles meninos.

– Eles dão dicas de como viver e fazem a gente rir, sempre – explicou Marina ao desenrolar a carta de 1,m70cm.


Quando Christian e Rafael finalmente chegaram à livraria, no fim da tarde, era difícil ficar perto sem tapar os ouvidos. Meninas e meninos não sabiam se gritavam, choravam ou fotografavam. Seria impossível perguntar a todos, mas com certeza cada um sabia tudo sobre a vida dos dois.

Em 2011, Christian tinha um projeto de vídeos de suspense e procurava espaço para divulgação. O blog de Rafael, Me apaixonei, seria perfeito. Uma amiga em comum os apresentou e os dois agora viajam o Brasil inteiro juntos para divulgar os livros Eu Fico Loko e Diário de um Adolescente Apaixonado. Não existem mais vídeos de suspense e o blog também não é mais a prioridade.


Quatro anos depois do primeiro vídeo do canal, Christian não se preocupa com a passagem do tempo. Diz que seu público, formado majoritariamente por adolescentes entre 10 e 15 anos, vai crescer com ele, sem perder a identificação:

– Quando eu tiver 25, eles vão ter 20. Vão acompanhar.

Sobre a ideia de escrever livros para um público que lê pouco, Rafael diz que é um estímulo para que os jovens saiam um pouco de frente da tela.

– Muitos dizem: “Nunca li um livro, o seu foi o primeiro” – lembra.

Os músicos de sucesso que conhecemos em reality shows
Os 10 canais do YouTube mais populares no Brasil
Confira os dez vídeos mais assistidos da história do YouTube
Veja dez bichos que são sensação no YouTube
Dez momentos que vocês só pode rever por causa do YouTube 

A fórmula de abrir o coração, falar da vida, rir de si mesmo e do cotidiano e responder a dúvidas da galera não é exclusiva de Christian Figueiredo e Rafael Moreira. Eles dizem que o mais importante para dar certo é simplesmente “ter sorte”.

– Tem muito conteúdo bom que não dá certo. Nós não podemos reclamar, só temos que agradecer – diz Rafael.



Os dois seguiram para a tarde de autógrafos, que se estenderia até o encontro com o último grupo de adolescentes, às 23h. Eles atenderam todo mundo. O dia seguinte seria de mais autógrafos, gritos, fotos, e vídeos, claro. Eles não são “apenas dois youtubers”.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO PRA GENTE ;)

 

Mais sobre

clicRBS
Nova busca - outros